Programa 56: Belém Tajes

Belém Tajes
De Buenos Aires à Corunha, passando por Camarinhas: podemos resumir assim os lugares de referência na vida de Belém Tajes. Neta de emigrantes, viveu nesta vila da Costa da Morte depois do seu regresso ao País, após os seus pais terem escolhido a Argentina como lar. Posteriormente, mudou-se para a cidade herculina. No início estudou violoncelo, mas reparou rapidamente em que a voz podia ser, se calhar, uma via melhor para ela. Começou a desenvolvê-la no coro feminino Sisters in The House, dirigido por Carmen Rei, e continuou a compor e a fazer música no seu grupo VooDoo.
 
Luar na Lubre é agora o seu projeto principal, um desafio que a entusiasma e que tem como ponto de partida uma digressão por toda a Europa. A satisfação de ver o público, diz, é o mais importante para ela, sobretudo se considerarmos a sua adaptação vertiginosa: apenas contaram com quinze dias desde a chegada da Belém ao grupo até ao primeiro concerto para alcançar a compenetração entre todos os membros da formação.
 
A sua parte criativa incentiva-a a continuar com o seu projeto pessoal e a perseguir objetivos cada vez mais ambiciosos. Sobre estas experiências e projetos conversou com o Marco no Grandes Vozes do Nosso Mundo desta semana.
 

Foto: Brais G. Rouco vía O Cadelo Lunático. Vídeo: Voodoo Música.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*